terça-feira, 27 de outubro de 2009

COLOCAR OS PONTOS I'S A JOSÉ SARAMAGO

Carta ao Dr. Saramago

Por Prof. Felipe R. Queiroz de Aquino

Sei que o Dr. José Saramago, Prêmio Nobel de literatura (1998), não lerá essa Carta, mas ao menos ela será um desagravo às palavras ofensivas com que se dirigiu ao Papa Bento XVI e à Igreja, derramando em suas palavras amargas toda a sua bílis raivosa contra Deus e sua Santa Igreja, mais uma vez.

Saramago, em Roma, fez o lançamento do seu novo livro "Caim", no qual volta a tratar da religião. Na verdade a religião e a fé põem os supostos ateus em crise, por isso essa reação destemperada do escritor.

Os jornais e a internet noticiaram amplamente que em 14 de outubro (EFE) o escritor português José Saramago, em um colóquio com o filósofo italiano Paolo Flores D'Arcais, chamou o Papa Bento XVI de "cínico", e disse que a "insolência reacionária" da Igreja precisa ser combatida com a "insolência da inteligência viva".

Numa pesadíssima crítica destrutiva se referiu ao Papa como “neo-medievalista”, acusando-o de “cinismo intelectual”. Além disso, disse a Flores D'Arcais, que sempre foi um ateu "tranquilo", mas que agora está mudando de idéia, porque, segundo ele “as insolências reacionárias da Igreja Católica precisam ser combatidas com a insolência da inteligência viva, do bom senso, da palavra responsável. Não podemos permitir que a verdade seja ofendida todos os dias por supostos representantes de Deus na Terra, os quais, na verdade, só tem interesse no poder.” Segundo Saramago, a Igreja não se importa com o destino das almas e sempre buscou o controle de seus corpos.

Dr. Saramago, antes de tudo quero lhe dizer que não temos ódio do senhor e de suas palavras; pois, Nosso Senhor nos ensinou a “pagar o mal com o bem” (Rm 12, 14), a amar os inimigos, e a abençoar os que nos amaldiçoam. Nossos mártires morreram e morrem perdoando os seus assassinos. Na verdade temos pena do senhor, pois, se de um lado o sr. é doutor nas Letras humanas, por outro lado ainda desconhece os primeiros rudimentos das Letras divinas e eternas.

Dr. Saramago, por que investir tão raivosamente contra o nosso Pedro de hoje, e contra a Santa Igreja? Que mal eles fazem? Será que são os culpados pelas guerras do mundo; pela miséria de tantos, pelas catástrofes da natureza? Será que o sr, qual novo Nero, quer nos culpar pelo incêndio de Roma?

Fiquei pensando Dr. Saramago, onde poderia estar a causa mais profunda desse ódio que há tanto tempo o sr. destila contra a Igreja? Faz-nos lembrar do que disse o Salmista: “Por que tumultuam as nações? Por que tramam os povos vãs conspirações? Erguem-se, juntos, os reis da terra, e os príncipes se unem para conspirar contra o Senhor e contra seu Cristo”. (Sl 2, 1-2)

Será que o sr. sofreu algum trauma religioso na infância ou na juventude por parte de alguém da Igreja que lhe deu um contra testemunho? É possível. Ou será que o sr. foi educado nos bancos da escola marxista eivada de ateísmo, materialismo e um laicismo anti católico tão difundido nas universidades?

O destempero de suas palavras nos dão o direito de fazer muitas indagações desse tipo; pois não são racionais, mas passionais; não precisamos ser psicólogos para ver que são influxos da sensibilidade ferida e recalcada sobre a razão.

Dr. Saramago, por que ferir tão injustamente o nosso grande Pastor universal? O senhor sabe que ele é considerado um dos melhores teólogos atuais. Sua eleição para Papa se deu num dos Conclaves mais rápidos da história. Sua santidade é notável, sua humildade explícita, como ele disse: “um humilde servo da vinha do Senhor”. Por que atacar a ele e a Igreja com tanta fúria? Saiba que atinge a todos nós seus filhos. Mas temos consciência que quando a sensibilidade cegou a razão, e a brutalidade venceu o argumento, a razão foi sufocada.

Será que o senhor ainda não reconheceu, o que os historiadores modernos tem repetido: que foi a Igreja quem salvou e moldou a nossa rica Civilização Ocidental da qual nos orgulhamos, onde se preza a liberdade, os direitos humanos, o respeito pela mulher e por cada pessoa? Sem o trabalho lento e paciente da Igreja durante cerca de dez séculos, após a queda do Império Romano (476) e a ameaça dos bárbaros, o Ocidente não seria o mesmo.

O senhor sabe que nossa Civilização foi gerada no bojo do Cristianismo que nos deu as ciências modernas, a saudável economia de livre mercado, a segurança das leis, a caridade como uma virtude, o esplendor da Arte e da Música, uma filosofia assentada na razão, a agricultura, a arquitetura, as universidades, as catedrais e muitos outros dons. O sr. sabe que nenhuma outra Instituição fez tanto pela caridade no mundo em todos os tempos.

O senhor sabe que foi a Igreja que fundou as Universidades, inclusive a de Coimbra, a famosa de sua Portugal. Sem elas o senhor não teria chegado ao Prêmio Nobel.

O que há de “cínico” em nosso Pastor maior?

Sabemos que os sofistas, quando não conseguem derrubar os argumentos do seu opositor, procuram, então, atingir sua pessoa, sua imagem, atirando-lhe sarcasmo. Ora, será que essas setas envenenadas contra Bento XVI não são conseqüência da falta de argumentos perante o que ele e a Igreja defendem há vinte séculos: o respeito à vida desde a geração até a morte natural, o não ao aborto, à eutanásia, à manipulação de vidas embrionárias, o não às tais “famílias alternativas”, etc.?

Ora, doutor Saramago, o senhor já é bastante vivido e conhecedor da História para saber o que afirmava Spalding, que as nações não perecem por falta de saber ou de riquezas, mas por falta de princípios morais.

O senhor acusa nosso Pai espiritual de cinismo intelectual; ora, o sr. sabe que ele é um dos maiores e melhores teólogos de nosso tempo, catedrático reconhecido no mundo todo. Portanto, atingindo a ele o sr. nos atinge a todos nós.

Onde pode haver cinismo em um líder mundial que só trabalha em favor da paz, do desarmamento dos povos, da fraternidade das nações, da defesa dos mais desvalidos.? Exatamente quando ele se reúne no Sínodo da África, debatendo as misérias desse Continente tão sofrido, e o modo de saná-las, o senhor fere o nosso Pastor tão injustamente! O que o senhor tem dito sobre os outros chefes de Estado que não fazem o mesmo pela humanidade?

O senhor acusa o Papa de "insolência reacionária". Ora, o sr. sabe que o que ele defende não é a “sua” Verdade, mas a Daquele que mudou o mundo, e que disse a Pilatos: “eu vim para dar testemunho da verdade”; “Eu sou a Verdade”. O sr. sabe que a Verdade não pode mudar, senão não é verdade. O mesmo princípio de Arquimedes, do empuxo, descoberto dois séculos antes de Cristo, ainda hoje é ensinado nas melhores universidades do mundo, porque é verdade.

Bem disse o então cardeal Ratzinger na missa “pro elegendo pontífice”, que o mundo está dominado pelo “relativismo religioso” que quer eliminar a existência de uma verdade absoluta, querendo fazer tudo relativo, ao gosto de cada um. Por não aceitar essa “ditadura do relativismo” o sr. conjura o nosso Papa e a nossa Igreja. Eles não podem trair o Cristo, Caminho, Verdade e Vida.

O sr. diz ainda que agora vai partir para o ataque ateísta contra a Igreja. Gostaria apenas de relembrar-lhe que a Igreja não pode ser vencida por um poder meramente humano. Não perca seu tempo. Cristo lhe prometeu que as portas do inferno, que movem o coração dos que a perseguem, jamais prevalecerão contra ela.

Seria bom o sr. examinar os últimos dois mil anos da História para constatar a veracidade dessa Promessa. Onde está o Império Romano que quis destruí-la e que ceifou tantos mártires? Onde está a fúria de Napoleão que mandou prender Pio VII? Onde está a União Soviética de Stalin que perguntou “quantas legiões de soldados tem o papa?”. Onde está o nazismo, o comunismo, que tentaram eliminar a Igreja e a fé católica desde as suas raízes, e que fizeram tantos mártires?

Ora Dr. Saramago, será que o sr. ainda não entendeu que todos aqueles que se atiraram insanamente contra a Rocha de Pedro caíram para trás desolados? Será que precisamos de mais exemplos?

O sr. acusa o Papa também de querer apenas agir por “interesse e poder”. O interesse que ele procura é o bem das almas e das pessoas. Gostaria que o sr. lesse o que disse o Concilio Vaticano II:

“Nenhuma ambição terrestre move a Igreja. Com efeito, guiada pelo Espírito Santo ela pretende somente uma coisa: continuar a obra do próprio Cristo que veio ao mundo para dar testemunho da verdade (Jo 18,37), para salvar e não para condenar, para servir e não para ser servido” (Mt 20,28), (GS,3).

O poder do Papa é aquele que vem de Deus, não do povo, e que está ancorado nos corações dos seus filhos que o amam como dizia Catarina de Sena, “o Doce Cristo na Terra”.

Meu irmão Saramago, não o odiamos, ao contrário, o perdoamos; queremos repetir as palavras de Santo Estevão: “Senhor, não leve em conta as suas ofensas”. E mais: “Pai, perdoai-lhe não sabe o que faz”. Pedimos ao Senhor que conceda-lhe, antes de fechar os olhos para este mundo, a graça da conversão. É tudo o que desejamos e pedimos ao Senhor da Glória.

VERDADE 79

VERDADE 78

domingo, 25 de outubro de 2009

IMAGENS DE PORTUGAL - PEDROGÃO PEQUENO



O PAPEL DAS ASSOCIAÇÕES MILITARES

Defensor do papel que as Associações Militares têm desempenhado na defesa das condições de vida dos e em alguns casos da sobrevivência dos militares, pugno por continuar a defender aquela função.
No entanto, nem sempre são compreendidas na sua actividade porque em alguns casos têm culpa no modo como o fazem.
Noutros casos são instrumentalizadas por forças politicas esquerda (PCP e de forma mais ténue BE). Os partidos do arco de governo ainda não perceberam o quanto têm a ganhar se tiverem um diálogo construtivo com as Associações e por outro lado os Chefes também nem sempre sabem extrair os necessários dividendos pelo facto de existir uma Associação de Oficiais.

VERDADE 77

VERDADE 76

DITADO AUTARCA

“A maioria dos autarcas portugueses são católicos praticantes. Nunca assinam nada sem terem um terço na mão.”

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

VERDADE 75

Altamente confidencial
17 de Dezembro de 2001
Ric Dattani
Freeport plc
Cc. Gary Dawnson
Caro Ric,
Na sequência da nossa conversa telefónica a semana passada, e tendo acabado de voltar de
Portugal onde estive 5 dias, posso fazer os seguintes comentários que espero que sejam úteis
para si.
1. Um Estudo de Impacto Ambiental é um trabalho bastante substancial (de peso) que
envolve várias autoridades. É de conteúdo principalmente técnico.
2. Se estamos face a uma possível rejeição (chumbo), é pouco provável ser possível
inverter uma tal decisão seja em que circunstância for, a dois dias da sua rejeição
(chumbo) formal por parte do Ministro do Ambiente. Antes do suborno
3. O Ministro do Ambiente, Eng.º José Sócrates, é considerado como um dos pilares do
Governo PS e é tido como a integridade em pessoa. Confirmado por outros
4. Os efeitos dos acontecimentos do fim de semana, com os revezes sofridos pelo PS,
nomeadamente nas eleições autárquicas, incluindo Lisboa, e a demissão do Governo
Guterres significam que Sócrates deixou de ser Ministro do Ambiente e que vai haver
um compasso de espera (empate, “stall” no texto original) de quatro ou cinco meses
até que seja eleito um novo Governo e seja nomeado um novo ministro, vistos os
resultados de novas eleições.
5. É óbvio que o encorajo / sugiro-lhe que apure as razões técnicas da rejeição / do
chumbo do seu EIA e que determine as áreas em relação às quais as diferenças podem
ser esbatidas, ou em relação às quais se podem lançar pontes que colmatem as
diferenças.
6. Encorajo-o / sugiro-lhe que sonde / tome o pulso / apalpe o terreno fora da equipa
local por forma a perceber / compreender / determinar / de forma independente o
que é que pode ter corrido mal – e ver / verificar se tal vai ao encontro das
informações que lhe são fornecidas pela equipa local. Uma visita pessoal à DRAOT ou a
quaisquer autoridades que tenham tido a sua palavra a dizer / que tenham tido peso /
pode frequentemente render dividendos na compreensão do problema.
A mudança política irá atrasar o processo nos seus termos na parte de planeamento e meio
ambiente, mas pode-se /deve-se despender um tempo precioso no determinar das causas de
rejeição e nas medidas de correcção aceitáveis.
O conteúdo desta comunicação é confidencial para aqueles a quem é dirigida. A sua finalidade
é (tão só) partilhar experiências de mercado com um colega membro PUKCC num sector
equivalente
Cumprimentos
Keith payne
Jonathan, este é o fulano que me telefonou e sabe do suborno de 2
milhões de libras, sublinhei algumas partes interessantes a partir do
ponto 4. Se o parlamento é dissolvido até às eleições, o Secretário
de Estado não pode aprovar nem rejeitar nada.
Ric

VERDADE 74

EM QUE PAÍS VIVEMOS?

É deste modo que mostro a minha total indignação perante toda a campanha sobre a gripe A e todo o pragmatismo que ela tem.
Fala-se assim de a gripe A em que o ministério da educação disponibilizou uma verba (100 euros, ridiculo não?) para compra de material desinfectante, penso eu para evitar a propagação e em certa parte os professores e auxiliares como tambem os alunos possam ter mais habitos de higiene.
Eu gostaria de questionar-los pela seguinte questão, o meu filho esta a frequentar a escola secundária Padre António Macedo, em Santo André, concelho de Santiago do Cacem, no curso tecnologico de Desporto que, como é do vosso conhecimento, é um curso que exige uma actividade desportiva de muitas horas por dia, em que os alunos não têm simplesmente um balneario com o minimo de condições para poderem trocar de roupa ou tomar o seu banho após 90 minutos de actividade desportiva, pois têm ir para as outras aulas com a mesma roupa transpirada a secar a roupa transpirada no proprio corpo e por veses vestir outra roupa em cima do corpo todo transpirado.
Estamos a falar de crianças entre os 15 e 19 anos, pergunto onde está a higiene? com que moral se pode falar de higiene? Onde esta a associação de pais para poder denunciar de viva vóz estas calamidades, será que nós não merecemos melhor?
Este assunto já foi denunciado com relatório por uma professora ao conselho directivo e o proprio Director fez orelhas moucas.
Um Pai preocupado
Paulo Silva

RESPOSTA A MARINHO PINTO

VERDADE 73

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

VERDADE 72

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

VERDADE 70

VERDADE 69


domingo, 11 de outubro de 2009

GRANDE ANGOLA

Minas de Prata de Cambambe, Realidade e não Ficção


"De acordo com a Agência AfroPress, as famosas minas de prata de Cambambe são afinal um facto real e jamais um sonho histórico. Numa nota oficiosa emanada do Ministério de Geologia e Minas do Governo de Angola, emitida esta manhã em Luanda, o governo torna público um segredo muito bem guardado nos últimos nove meses, ao anunciar publicamente a descoberta de vários filões gigantes de prata da mais alta Qualidade, perto da comuna de Cafilo-Catilo, no município de Cambambe, a 30 km a Oeste da cidade do Dondo, na Província do Kwanza Norte.

O referido filão gigante de prata fina, de acordo com fontes dignas de crédito no millieu mineiro angolano, é comparável em tamanho e valor ao famoso filão do Cerro de Potosi, na Bolívia, que produziu em média cerca de 45 toneladas de prata por ano durante mais de 350 anos, desde 1546, tornando Potosi a cidade mais rica do mundo durante as últimas décadas do séc. XVI.

Ainda de acordo com a nota oficiosa emanada do Chefe do Gabinete do Ministro, engenheiro Viegas Macunde, o governo está presentemente na fase final de negociações que levarão à concessão mineira do rico filão ao conhecido grupo angolano AngoMinas, que por sua vez atraíu ao mega-projecto avultado investimento de capitais russos, israelitas e chineses. O Grupo AngoMinas é liderado pela troika composta pelo General Kabunda Kamuenzo (Toco-Toco), General António Fiança (Fisga), e o Contra-Almirante Moisés Alípio Chitundo ( Náufrago).

Estima-se que o complexo mineiro de Cambambe entre em produção em Julho de 2011, após trabalhos de prospecção e construção avaliados em $Kz 23,000,000,000,000 Kwanzas (moeda nacional), estimando-se a produção média anual em 763 toneladas de prata durante cerca de 230 anos, catapultando Angola para o maior produtor de prata na história do mundo.

Devido ao tamanho gigantesco do empreendimento, o Grupo AngoMinas planeia a construção de uma nova cidade próximo de Cafilo-Catilo, a que já deu o nome de Eduardolândia, que irá oferecer abrigo a cerca de 12.000 trabalhadores e suas famílias, tendo a adjudicação do contracto de construção do complexo industrial da mina e da cidade sido prometido ao grupo de construção chinês Lee Pau-Pi, baseado em
Shangai, e estima-se que os trabalhos de construção começarão em Junho próximo. Fontes próximas da AngoMinas confirmam ainda que o contracto de provisão de serviços terá sido conferido à ServAngol, chefiada pelo General Balungo Vladimir André (Kapopila)."

REAL MADRID

10 dados sobre a sustentabilidade do Real Madrid

São vários os estudos de diferentes analistas e economistas desportivos que nos últimos meses se têm dedicado a analisar a sustentabilidade económica e financeira do Real Madrid. Depois de Florentino Perez voltar a implementar uma política de avultados investimentos em jogadores, as dúvidas quando ao sucesso ou fracasso da estratégia são muitas.
Sem dúvida que será difícil prever o futuro financeiro do Real Madrid, sem sabermos qual o sucesso que a equipa irá obter desportivamente. No entanto e como já havíamos publicado anteriormente, aqui ficam alguns dados que podem ajudar quando o tema é a sustentabilidade financeira do Real Madrid.
10 dados sobre a sustentabilidade do Real Madrid
[1] Em 09/10 o Real investiu 257 milhões de Euros em novos jogadores, contra 87 milhões de Euros em receitas de transferências, portanto um deficit de 170 milhões de Euros.
[2] No global (aquisição+salários de 6 anos) a compra de C.Ronaldo custará ao Real 172 milhões de Euros e a de Kaká 119 milhões de Euros, um total de 291 milhões de Euros, sem incluir as restantes aquisições.
[3] O clube contraiu um empréstimo de cerca de 220 milhões de Euros, dando com garantias bancárias as receitas de direitos TV provenientes do contrato com a Mediapro, que prevê receitas de 157 milhões de Euros ano durante 7 anos, num total de 1.100 milhões de Euros.
[4] O Real Madrid renegociou recentemente o contrato de publicidade nas camisolas com a casa de aposta Bwin, o novo contrato de 4 anos (de 09/10 até 12/13) prevê receitas de 25 milhões de Euros anuais, num total de 100 milhões de Euros, o maior contrato mundial do género.
[5] Entre 03/04 e 06/07 sob o efeito David Beckham o Real aumentou a sua receita de merchandising em 137%, estimando-se que o clube tenha gerado neste tipo de receita mais de 400 milhões de Euros durante esse período.
[6] Estima-se que com as novas aquisições o clube possa gerar mais 120 milhões de Euros anuais de receitas extra. Segundo Florentino Perez os valores pagos por Beckham, Figo, Ronaldo e Zidane, foram superados pelas receitas.
[7] Segundo o relatório e contas de 07/08 o clube acumulava uma dívida de 563 milhões de Euros, assim a dívida do clube em 08/09 ascenderá certamente a 733 milhões de Euros.
[8] O Real Madrid foi segundo a Deloitte o clube com maiores receitas do mundo em 07/08 com 365 milhões de Euros, o orçamento do clube para 08/09 previa um aumento para 400 milhões de Euros.
[9] Segundo a Brand Finance o Real Madrid tem a sua marca avaliada em 340 milhões de Euros, ocupando a 2ª posição atrás do Man.United. Com o impulso mediático da aquisição dos novos jogadores, esta é a melhor ferramenta para renegociar contratos.
[10] Segundo a Sport+Markt só na Europa o Real conta com cerca de 46 milhões de adeptos, atrás do Barcelona com 50 milhões, no entanto a nível mundial a perspectiva será certamente diferente com os adeptos Asiáticos a seguirem os novos jogadores contratados.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

VERDADE 68

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

VERDADE 67

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

REFLEXÕES LEONINAS

Há uma distinção clara entre banqueiros, gestores da banca e gestores de empresas.

Contam-se pelos dedos da mão os banqueiros ou gestores de banca que têm êxito na gestão de empresas. Só conheço um e foi, para mim, o maior Presidente do Sporting.

Nunca vi um Presidente do meu Clube ao ser eleito pôr-se aos saltos de OLÉ OLÉ e então naquela linda Companhia, que não larga o Clube há mais de 30 anos

acompanhados pelo antigo Presidente do Conselho Fiscal e, pasme-se ao mesmo tempo, gestor máximo da empresa de auditoria do Sporting – Ernesto Ferreira da Silva…

A crise do Sporting é de modelo de gestão. E dos actores/gestores que a protagonizam.

Em 1995 tomaram conta do clube com promessas de criarem uma estrutura empresarial que tornasse o Clube sem necessidades de recurso à banca, do passivo e a ganhar

em cada anos três títulos em cada cinco anos. Até apresentaram Powerpoints do Manchester como modelo a seguir, mas para melhor…

Depois disso passam o poder de uns para os outros, para não se saber quem são os responsáveis pela criação de mais de 400 milhões de passivo

quando herdaram 30 e uma dívida à banca perfeitamente desprezível. E as contas herdadas mandadas auditar pelo Santana Flopes, uma lenda do Clube…

E a história da construção do Estádio e do seu custo ainda está por ser esclarecida. O cancelamento do contrato com a SOMAGUE de Diogo Vaz Guedes

e a decisão de construir em adjudicações por fases revelou-se catastrófica.

A situação actual da SAD e do Clube é o reflexo do modelo de gestão e de quem o protagonizou. Inquestionável. E não se cansam de denegrir o Dr. Dias da Cunha, que sabia o que é criar riqueza e gerir empresa. Puseram-lhe o tapete…

Agora criticam o éçelbê pelo fundo criado. Lembro que o SCP foi o primeiro a aderir a Fundos e por isso é que o Ronaldo foi vendido por 15 e o Clube recebeu 9.

Mas “pour cause” esclarece-se quem arquitectou a operação financeira do éçelbê – ESAF (holding do Grupo Espírito Santo!!! E ainda há quem diga que o SCP é gerido pela mão escondida do BES!!!

Sei bem quem foi o coveiro do SCP actual. Mas pirou-se e tem tido a estranha cobertura de todos os que lhe sucederam. È preciso romper com este ciclo.

VERDADE 66

terça-feira, 6 de outubro de 2009

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

PRÉMIO NOBEL AFIRMA

O Prémio Nobel da Economia considera que a economia global já "bateu no fundo", mas alerta que a recuperação vai ser “lenta e dolorosa”.

"O fim do mundo parece ter sido adiado", afirmou hoje Paul Krugman, num seminário em Helsínquia (Finlândia), citado pela Bloomberg.

O prémio Nobel da Economia defendeu que a economia mundial "não parece ter caído num abismo, mas ainda enfrenta problemas".

Para o economista da Universidade de Princeton, as perspectivas sobre a retoma são "muito difusas", alertando que a recuperação poderá ser demorada.

A Alemanha, a França e o Japão saíram da recessão no trimestre passado, sinalizando que o pior da crise já passou para as maiores economias do mundo.

Krugman defende que a economia norte-americana emergiu da recessão entre finais de Julho e Agosto.

O prémio Nobel da Economia considera ainda que a economia chinesa não é suficientemente grande para ser uma locomotiva da recuperação.

Krugman explicou ainda que "o problema é que isto é uma crise financeira global. Como é que podemos ter uma recuperação liderada pelas exportações, a menos que encontremos outro planeta para onde exportar?", questionou

sábado, 3 de outubro de 2009

LIGA DOS COMBATENTES

Há dias fui surpreendido com informações sobre a orgânica da Liga dos Combatentes, fiquei desolado porque tinha desta instituição secular o máximo respeito. Os objectivos nobres que fizeram ergue-la estão a perder-se.
Mais revoltado fico quando tomo conhecimento da lista de militares que nela prestam serviço na situação de reserva e autorizados pelo Ministério de Defesa?
Afinal para que serve esta Instituição? É um departamento do Estado?

CORRUPÇÃO - ESTAVAM À ESPERA DE QUÊ?

Com o exemplo a vir de cima esta noticia não supreende:


Cabo Verde foi o único país da CPLP que viu melhorada a sua classificação na lista de países menos corruptos, elaborada pela Transparência Internacional (TI), em que Portugal desceu quatro posições, de 28º para 32º.

No relatório anual referente a 2008, em que foram analisados 180 países, a seguir a Portugal (32ª), Macau (passou de 34º para 43º) e a Cabo Verde (passou de 49º para 47º), Brasil, Moçambique, Timor-Leste, Guiné-Bissau e Angola desceram no "ranking", que continua a ser liderado pela Dinamarca, Nova Zelândia e Suécia.

O Brasil desceu de 72º para 80º lugar, Moçambique do 111º para o 126º, São Tomé e Príncipe de 118º para 121º e Angola e Guiné-Bissau desceram ambos do 147º para o 158º.

SERÁ VERDADE?

Tem circulado pela net esta mensagem será que é verdade nada transparece e além disso as autoridades estão em silêncio:

Horrível...
> É MUITO GRAVE!!!!!!
>
>
>
> ISTO ACONTECE E NAO SE FAZ NADA? O MORCEGO (RUI PEREIRA) DIZ QUE ESTÁ TUDO
> SOBRE CONTROLO!!!
> PASSO COMO RECEBI
>
>
>
> Na altura do Carnaval, ouvi falar de um caso que me arrepiou imenso.
> Duas jovens universitárias tinham sido interpeladas por um grupo de rapazes
> bem parecidos, no Bairro Alto, que lhes fez uma pergunta:
> "Morte, violação ou boca de palhaço?" As jovens, pensando tratar-se de uma
> brincadeira de Carnaval, responderam prontamente "boca de palhaço". Foram
> esfaqueadas dos lábios às orelhas. Sei que ainda hoje estão traumatizadas e
> que nenhuma cirurgia plástica deixá-las-á como eram antes.
>
> No passado fim de semana, voltou a acontecer; em pleno Largo Camões, a
> jovem esperava por um táxi vazio que a levasse para casa. Pois quem a levou
> foi quatro rapazes, que lhe fizeram a mesma pergunta arrepiante e o
> resultado é o mesmo. Esfaqueada, com um "sorriso" de palhaço.
>
> Acho estranho que nenhum telejornal faça referência a isto, porque tenho a
> certeza de que já aconteceu mais vezes. Sendo assim, e como acredito no
> poder do passa a palavra, por favor divulguem esta história a toda a gente.
> É preciso que toda a gente saiba. É preciso que tenhamos cuidado. É preciso
> que andemos acompanhadas. É URGENTE ALGUÉM FAZER ALGUMA COISA!!!

VERDADE 64 - VERGONHA INSTITUCIONAL

Câmara 'expulsa' GNR da cerimónia do 5 de Outubro

A GNR foi dispensada de participar na cerimónia oficial do 5 de Outubro, que se vai realizar na praça do município, em Lisboa, com a presença do primeiro-ministro José Sócrates, cuja participação foi conhecida ontem. Na guarda há quem entenda esta 'expulsão' como uma "afronta" que deve merecer uma resposta do Comandante-Geral, general Nelson Santos.

Até quinta-feira estava confirmada a presença da Unidade de Segurança e Honras de Estado (USHE) da GNR. Mas, o facto de ter vindo a público, através de uma notícia ontem publicada pelo DN, que tinha causado mal-estar na GNR a exigência da Câmara Municipal de Lisboa (CML) para que a USHE prestasse honras militares a António Costa, terá provocado esta situação inédita.

Esta força de segurança todos os anos marca o simbolismo das comemorações prestando as honras ao Presidente da República. Como este ano, Cavaco Silva não vai participar por entender que a sua presença podia perturbar o período eleitoral, seria António Costa a presidir. Por estar em plena campanha eleitoral, delegou em Paula Teixeira da Cruz o discurso oficial. Com a presença de Sócrates o problema não se colocava mas a GNR ficou fora.

O porta-voz oficial da GNR confirmou que esta força "não vai estar presente na cerimónia junto ao edifício da CML" . Não quis, no entanto, comentar a relação que esta situação possa ter com a questão das honras militares.

O comando-geral foi informado ontem desta 'dispensa' através de um ofício do gabinete de António Costa. A câmara remeteu também esta informação para o ministério da Administração Interna (MAI), que não comenta.

Neste momento estão ao rubro as relações entre a Câmara Municipal de Lisboa (CML) e a GNR. Ontem, o DN noticiou que o serviço de protocolo da CML tinha pressionado o comando-geral da GNR para que António Costa fosse alvo de honras militares, que noutros anos são dirigidas ao P.R. .

Do ponto de vista militar, a realização desta exigência seria irregular e inédita, pois esta cerimónia rege-se pelo Regulamento de Continências e Honras Militares, que define que personalidades a elas têm direito. Presidentes de câmara não estão incluídos.

Na notícia de ontem o DN dizia que o MAI tinha pedido ao comando-geral da GNR para ir ao encontro do desejo do serviço de protocolo de António Costa. No entanto, ontem á tarde, o gabinete do Ministro Rui Pereira, afirmou ser "inteiramente destituída de fundamento" essa "referência ao MAI".

"Dispensando a GNR, a CML resolveu o problema da cerimónia, mas pode ter ferido gravemente a honra da guarda", comentou um oficial desta força de segurança.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

VERDADE 63





AINDA HÁ DÚVIDAS?

quinta-feira, 1 de outubro de 2009