domingo, 28 de agosto de 2011

69º ANIVERSÁRIO DE JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS.

O angolano é ímpar em qualquer parte do Mundo.
Comemora-se hoje os 69 anos do Presidente da República de Angola, e a comunidade na Diáspora organizou um evento social (programa abaixo descriminado) para juntarem-se e numa simbiose perfeita, entre a narração da vida de José Eduardo dos Santos até ao convívio de confraternização, passando pelas demonstrações de actos culturais, foram uma horas bem passadas, não tantas quanto pretendia por indisponibilidade de agenda.
No entanto, vale muito sentir o palpitar da comunidade angolana, a união que reine em torno de um ideal, de um sonho que se chama Angola.
O argumento para reunião justifica-se pelo facto de "Zé Du" ser o chefe da família angolana.
Saliente-se que os convivas trouxeram das respectivas casas os alimentos para a confraternização o que demonstra a solidariedade reinante.



sábado, 20 de agosto de 2011

domingo, 14 de agosto de 2011

DEFICIT NAS FORÇAS ARMADAS

Hoje o Ministro da Defesa Nacional abriu um pouco o leque do que se passou recentemente nas Forças Armadas. Na qualidade de militar na reforma, considero que muito deve ser explicado. Fui dirigente da Associação de Oficiais das Forças Armadas e sei o quanto as associações sócio-profissionais teriam muito a dignificar o estatuto dos militares, não o fazem em certos momentos e com uma visão estratégica porque estão (alguns elementos) comprometidos com as orientações recebidas de alguns partidos políticos nomeadamente, Partido Comunista.
Há muitos anos que defendi que os militares (em especial os oficiais)deveriam ter optado por outro tipo de atitude perante o poder politico. Não o fazem porque consideram sempre como filosofia os direitos são eternos, mesmo quando a são a situação económica do país é adversa.
Em síntese, considero que ao actual Governo deve ser exigido que explique com clareza o que aconteceu recentemente nas Forças Armadas. Do que veio a domínio público não foi mais do que uma jogada popular de promoções e alterações de escalões sem a devida cabimento orçamental. Ora, esta situação pressupõe a cessação imediata de funções dos decisores.
Por isso, haja a coragem de exonerar os Chefes Militares responsáveis por aquela decisão.

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

OUVI DIZER - 50

Folha salarial (da responsabilidade da Câmara Municipal) dos administradores e de outros figurões, da Fundação Cidade de Guimarães, criada para a Capital da Cultura 2012:

- Jorge Sampaio - Presidente do Conselho de Administração:
14.300 € (2 860 contos) mensais + Carro + Telemóvel + 500 € por reunião
- Carla Morais - Administradora Executiva
12.500 € (2 500 contos) mensais + Carro + Telemóvel + 300 € por reunião
- João B. Serra - Administrador Executivo
12.500 € mensais + Carro + Telemóvel + 300 € por reunião
- Manuel Alves Monteiro - Vogal Executivo
2.000 € mensais + 300 € por reunião

Todos os 15 componentes do Conselho Geral, de entre os quais se destacam Jorge Sampaio, Adriano Moreira, Diogo Freitas do Amaral e Eduardo Lourenço, recebem 300 € por reunião, à excepção do Presidente (Jorge Sampaio) que recebe 500 €.

Em resumo: 1,3 milhões de Euros por ano (dinheiro injectado pelo Estado Português) em salários. Como a Fundação vai manter-se em funções até finais de 2015, as despesas com pessoal deverão ser de quase 8 milhões de Euros !!!
Reparem bem: Administradores ganhando mais do que o PR e o PM !

Esta obscenidade acontece numa região, como a do Vale do Ave, onde o desemprego ronda os 15 % !!!

terça-feira, 2 de agosto de 2011

OUVI DIZER - 49

A Câmara Municipal de Loures é o que há de mais parecido com uma empresa familiar, onde tudo se confunde. Senão vejamos:

Carlos Teixeira – Presidente da Câmara Municipal de Loures;
Graça Teixeira – Esposa do Presidente, é directora-delegada do SMAS;
Joana Calçada – Filha do Presidente, é adjunta da vereadora socialista
Sónia Paixão;
Paulo Gualdino – Cunhado do Presidente, é chefe de gabinete do SMAS;
António Baldo – Cunhado do Presidente, é chefe de gabinete do Presidente;
Maria Montserrat – Namorada do filho do Presidente, é Adjunta do Presidente;
Constantino Teixeira – Irmão do Presidente, tem funções na Valor Sul,
empresa participada pela Câmara.

O Presidente Teixeira garante que está tudo legal, que não houve qualquer Favorecimento e nada lhe pesa na consciência.